Os consumidores devem devem ficar mais atentos na hora de comprar lâmpada LED.

Está proibida a venda de lâmpadas LED sem certificação do INMETRO, ou seja, os produtos vendidos precisam ser aprovados em testes de qualidade.

A medida já era valida para grandes comércios e agora deve ser seguida também para pequenos comércios.

A partir de agora as lâmpadas LED só podem ser vendidas se tiverem a etiqueta Nacional de Conservação de Energia.

O selo indica a potência que corresponde ao consumo, a capacidade de iluminação eficiência e o registro de certificação junto ao INMETRO.

A regulamentação tem como objetivo levar segurança para o consumidor e informá-lo de forma exata o produto que ele está comprando

A lâmpada de LED veio para substituir as incandescentes e eletrônicas e a economia de energia pode chegar a 90%.

Os comerciantes que oferecerem lâmpadas fora do padrão poderão ter suas mercadorias apreendidas e até pagar multa de 1 milhão de reais, dependendo do tipo e qualidade do produto.

Para especialistas, a lâmpada LED fora do padrão pode ser mais barata, mas a intensidade da luz e a durabilidade podem deixar a desejar, correndo, inclusive, o risco de pegar fogo.

Fonte:ambienteenergia.com.br